Pular para o conteúdo principal

Obras pouco discutidas: Maison du Brésil [Le Corbusier e Lucio Costa]


         Apesar de ter uma obra bastante discutida, Le Corbusier produziu verdadeiras pérolas arquitetônicas que continuam sem muita exposição. É o caso desse conjunto, localizado na Cité Universitaire de Paris, projetado em 1953 em parceria com quem? Ele mesmo, Lucio Costa.
         A cidade universitária de Paris possuí diversos edifícios habitacionais para estudantes de intercâmbio e visitantes de outros países, sendo que dois deles são projetados por Corbusier no período que antecede e que segue ao final da 2ª Guerra. O primeiro a ser encomendado é o edifício que representa a Suíça, concluído em 1933, um perfeito exemplo do pensamento do arquiteto na época, com a aplicação dos 5 pontos de maneira maravilhosa. A proposta seguinte surgiu na década de 1950, quando Lucio Costa foi convidado a projetar o edifício que representaria o Brasil.
         A Maison du Brésil foi sendo projetada através de uma prolífica correspondência entre Dr. Lúcio e Corbusier, convidado pelo arquiteto brasileiro a ajudá-lo a executar o projeto, dada a distância física entre obra e pensamento. Corbusier seria escolha óbvia para o arquiteto carioca, já que além de simpatizar com as idéias do colega, já haviam antes trabalhado brevemente juntos no edifício para o Ministério da Saúde e Educação no Rio de Janeiro (embora Corbusier tenha agido mais como um chefe impositivo naquele momento).


         O segundo projeto de Corbusier na Cité Universitaire de Paris, distingui-se do edifício da Suíça. O arquiteto franco-suíço vinha de uma fase absolutamente fantástica de projetos em que havia descoberto a beleza da verdade estrutural, do concreto aparente e da inventividade espacial resultante (vide os projetos da Unidade de Habitação de Marselha e das Maisons Jaoul). Ciente da dialética de Corbusier, Lucio Costa pede e dita, em diversas cartas, detalhes construtivos e estéticos para o novo edifício, a materialidade e cores.





         O resultado foi um edifício alto em lâmina, que segue conceitos similares aos da experiência de Marselha, e um edifício menor, que abriga a casa do diretor.







         Desde 1985, a Maison du Brésil faz parte do patrimônio histórico e cultural da França, sendo no ano 2000 totalmente atualizada e restaurada, na qual teve sua infraestrutura modernizada e assim conservando o caráter arquitetônico resultante de uma parceria projetual única. No térreo do edifício, é possível visitar uma exposição permanente sobre a história do projeto, com dois painéis inteiramente dedicados à vida e obra de Corbusier e Lucio Costa.




Referências:
Desenhos e última foto: - http://maisondubresil.blogspot.com.br/
                                    - http://www.maisondubresil.org/


Todas as outras imagens são de Ana Coelho, que contribuiu gentilmente com suas fotografias, não apenas permitindo que utilizássemos as imagens de seu blog, mas compartilhando ainda mais fotos de sua visita à Maison du Brésil. Para acessar seu blog, clique aqui. Vale a pena ler sua página, que contém informações de muitas obras pouco discutidas de Le Corbusier, com ênfase na relação entre sua arquitetura e o uso das cores. Muito obrigado Ana.


ATUALIZAÇÃO [06/02/2013]

Postamos abaixo um link para o site ArchDaily, onde foram postadas fotos maravilhosas do fotógrafo Samuel Ludwig da Maison du Brésil. Vale a pena conferir.


Comentários

  1. nice pictures! for some more images:
    www.archipicture.ch

    ResponderExcluir

Postar um comentário